(Des)Leixo. 
No Aleixo já não se ouvem vozes. Já não há movimento. Sente-se o silêncio do abandono. O silêncio que encerra em si a revolta dos antigos moradores. É impossível ficar indiferente a esta demolição.
🖤

Artigos relacionados

(Des)Leixo.

9 Agosto, 2019